Operação da polícia combate furto de energia elétrica no Maranhão

 A operação denominada “Soldagem”, tem como objetivo reduzir as manipulações em medidores de energia, prática popularmente conhecida como “gato”.

Operação da polícia combate furto de energia elétrica no Maranhão — Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil de combate ao furto de energia elétrica realizou a prisão de sete pessoas em Imperatriz, a 626 km de São Luís.

A operação denominada “Soldagem”, tem como objetivo reduzir as manipulações em medidores de energia, prática popularmente conhecida como “gato”. A polícia já realizou mais de 20 fiscalizações em unidades consumidoras, como fazendas e postos de combustível.
Publicidade


As fiscalizações foram realizadas nos municípios do sul do Maranhão, em unidades consumidoras de grande e pequeno porte. Em Imperatriz, foram inspecionadas 12 unidades, resultando nas prisões em flagrante de sete pessoas.

As inspeções ocorreram nos bairros Colina Park, Parque Imperial, Entroncamento, Parque Alvorada, Jardim das Oliveiras, Ouro Verde e Vila Zenira.

Furto de energia

Segundo a Equatorial Maranhão, para atender um contingente com mais 2,5 milhões de clientes em todo o estado, a companhia compra energia elétrica das geradoras e faz a distribuição em todo o Maranhão.

Publicidade

Do total arrecadado, cerca de 10% é energia furtada, ocasionando perda de faturamento na ordem de R$ 240 milhões por ano, o que impacta no orçamento de promoção de ações de manutenção, operação, expansão e modernização do sistema elétrico.

Atitudes suspeitas de interferência na rede de energia elétrica e nos medidores devem ser denunciados para a polícia no 190, por meio da central 116 ou pelo site da Equatorial Energia.


Informações: Polícia Civil do Maranhão

Publicidade









Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.