Após ser condenado pela justiça, populares cobram vereadores para abrir uma CPP para cassar o prefeito de Pedreiras.

Pedreiras: Antônio França diz que priorizará Saúde - Gilberto Léda

Foto: Reprodução

Após ser condenado pelo juiz Marco Adriano o prefeito municipal, Antônio França de Sousa (2017 – 2020) por ter contratado o irmão, Daniel França de Sousa, para a prestação de serviços de eletricista ao município, no valor de R$ 6 mil, por dispensa de licitação, violando as normas constitucionais e legais previstas na Lei de Improbidade Administrativa (LAI) nº 8429/92.


Denúncia feita pelos vereadores Elcinho Gírio e Sergio Profiro.

Desde de então vários populares tem cobrado os vereadores de Pedreiras para abrir uma CPP comissão processante para cassar o prefeito de Pedreiras.

Publicidade

Outros populares vem fazendo críticas mais contundentes, no sentido de que mais uma vez a câmara não vai cumprir seu papel, observando o escândalo das piçarras quando uma CPI não foi aberta para investigação.


Segundo alguns parlamentares que foram até o local onde possivelmente funcionava a empresa, no endereço foi constatado que era uma residência, a empresa era inexistente, de fachada, mesmo assim a instalação da CPP foi rejeitada.

Publicidade

Em contato com a redação do Estúdio S um dos vereadores autor da denúncia, o parlamentar Elcinho Gírio  foi enfático em dizer: 

"Geovane  como já foi investigado pelo Ministério Público e sentenciado pelo juiz Marco Adriano, não cabe abertura de CPI, CPI é pra gente investigar e não tem mais nem o que investigar. A gente tem é que condenar cassar Antônio França, tem que abrir uma comissão parlamentar processante, para afastar o prefeito baseada na decisão do juiz."


Amanhã é dia de sessão remota transmitida pelo Facebook da Câmara Municipal, vamos aguardar as movimentações dos parlamentares.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.