Pedreiras em alerta vermelho relatório mostra real situação de Pedreiras em combate ao Covid-19



Nossa democracia está seriamente ameaçada: é hora de ligar o ...



Nesses últimos 05 dias o estúdio S Pedreiras temos buscado informações a respeito de como está sendo feitas as medidas para o enfrentamento, do Convid – 19 no município de Pedreiras.

Na Sexta -Feira dia (08/05) Entramos Secretária de Saúde Karenn Cynthia Santos mais obtivemos nenhuma respostas, depois entramos em contato com Prefeito de Pedreiras, que repassou a sua assessoria de comunicação, no Sábado dia (09/05) segundo nos Informou o jornalista Nilton Lee já havia solicitado as informações, mais ainda não tinha resposta. Até o fechamento dessa matéria não obtivemos resposta da gestão.

Publicidade
  
A cidade está com um elevado número de casos de pessoas infectadas, as informações de óbitos estão prejudicadas por não ter os materiais e equipamentos necessários para confirmação dos casos, os pacientes que chegarem em estado grave precisando de intubação não serão atendidos aqui por não ter nenhum Ventilador Mecânico.
 
Outra demora do município está sendo na atualização do boletim informativo dia 09 de Maio constam duas mortes por covid-19, hoje dia 11 a população ainda não foi informada.


Diante da falta de informação entramos em contato com o Presidente da Câmara Municipal de Pedreiras que nos enviou um relatório de visita ao Hospital Geral de Pedreiras, a visa técnica relatada pelos vereadores Ceiça e Bruno Curvina que também é médico deixa Pedreiras em alerta Vermelho.
Publicidade
 
 
Veja alguns pontos relatados pela visita dos vereadores:
 

Data:30/04/2020

         No dia 30 (trinta) de abril de 2020, às 08:00hs, foi realizada uma visita técnica nas dependências do Hospital Geral do município de Pedreiras, com os vereadores Bruno Curvina e Ceiça Feitosa, representando o Poder Legislativo Municipal. Na oportunidade, foram recebidos e acompanhados pelo Diretor Clinico do Hospital, Dr. Regivaldo Gonçalves, Diretora administrativa, Tácila, e do Médico Plantonista.

         Dando início à vistoria, observaram-se no primeiro momento as dependências hospitalares, a organização, o atendimento e as condições de como estavam sendo adotados para o enfrentamento ao COVID-19, no HGM de Pedreiras.

         Prosseguindo a visita, verificaram-se, inúmeros problemas, a qual foi sugerida várias soluções. Em meio às dependências físicas do hospital, constatou-se uma sala de isolamento, intitulada como “Sala Vermelha”, contendo dois leitos com bala de oxigênio, sem monitorização cardíaca e equipamento de medicina intensiva, quais sejam: ventilador; bomba de infusão dentre outros. Ademais, a aproximação da sala vermelha à recepção é discutível.

         Dando continuidade, o Diretor Clinico, Dr. Regivaldo, relatou que seria instalado uma rede de oxigenação mais potente, haja vista, que os respiradores mecânicos necessitam de bastante oxigênio. Ressaltando que, a instalação das balas de oxigênio, seria no interior da unidade hospitalar. Contudo, a Vigilância Sanitária não permite que tal instalação seja afixada em áreas internas. Diante de tais informações, foi solicitado o reposicionamento das balas de oxigênio para a área externa da Unidade, a fim de evitar riscos de incêndios, pois são materiais explosivos.

         Adiante, indagado sobre os EPI’s, respondeu o responsável que, informou que o hospital já continha todos os equipamentos de proteção, quais sejam: mascaras, gorros, mascaras cirúrgicas para pacientes não contaminados, mascaras N95 para pacientes contaminados, propés, macacões impermeáveis e descartáveis.

         Outrossim, na data supra, só existia uma única recepção para todos os tipos de atendimento, porem, cogitava-se, que seria usado um acesso nos fundos da unidade para pacientes com sintomas comuns e o acesso principal para pacientes com Síndromes Gripais. O que seria o correto a se fazer.

         Em seguida, foi apresentando algumas salas no primeiro piso, para pacientes com outras comorbidades, e na parte térrea pacientes com síndromes gripais. Prosseguindo, foi requerido à Direção do Hospital, cópias das solicitações enviadas à Secretaria de Saúde, por meio oficial.

         Ao final, constatou-se, a existência de várias pendências. Além disso, como ficou acordado que uma nova avaliação seria realizada assim que os itens chegassem à referida Unidade, pois, até o momento da visita, só estava disponível as duas salas de isolamento e nada mais.     
        
CÂMARA MUNICIPAL DE PEDREIRAS-MA, EM 07 DE MAIO DE 2020.


Bruno Curvina Rodrigues Cruz
Presidente da Câmara Municipal de Pedreiras

Um comentário:

  1. Essa é a cara desse governo incompetente, só tem conversa, ação que é bom nada, só maquiagem!!! O Presidente da Câmara @Bruno circo na e a vereadora @Ceiça devem cobrar, pprque senão vão morrer muitas pessoas. Se depender desse prefeito Antonio França não teremos nada finalizado, não teremos nada de real para combater esse vírus.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.