Gutemberg Corinto fala sobre a polêmica em torno do asfalto na cidade de Pedreiras


Foto: arquivo pessoal

O pai da criança quem é mesmo? O anúncio do asfaltamento das avenidas de Pedreiras, ontem, causou furor no meio político.Ninguém, entretanto,  preocupou-se, de fato, com a obra em si, com a qualidade dos serviços.

Pelo que estamos vivenciando, no dia-a-dia , aqui em Pedreiras, principalmente, depois das enxurradas do fim do ano passado, a infraestrutura da cidade está toda prejudicada e, esse asfaltamento seria uma operação tapa-buracos? se for, pouco vai resolver.

Publicidade
Mais informações pelo telefone:  98142-0101 Lima Campos - MA



Com, as próximas chuvas, outros buracos talvez ,ainda mais largos e profundos, surgirão imediatamente e com eles retornam os problemas.

Como resolver? com recapeamento total. Há anos se faz tapa-buracos e em pouco tempo voltam os problemas, num ciclo sem fim. Será que a população de Pedreiras não merece algo melhor?

Os donos da bola, quero dizer, os pais da criança deveriam lutar e buscar realmente um serviço de qualidade, um recapeamento total, que possa resolver esse problema por um período longo e que mudasse de fato a caótica paisagem urbana da nossa cidade hoje, que se agravou ainda mais após as chuvas de dezembro.

Publicidade

Travessa Frederico Bulhão em Pedreiras

O inverno, ao que parece, será bastante rigoroso e pode ocasionar muito desgaste na já defasada  infraestrutura da nossa princesa do mearim. Então, sem dar nomes, mas todos sabemos que a liberação por parte do governador Flávio Dino, e em nome do povo de Pedreiras, peço que se sensibilize e mande asfalto de verdade, recapeamento, porque tapa-buracos não resolve nosso problema.

No mais, parabéns ao prefeito Antônio França, ao próprio governador Flávio Dino que enviou o secretário Simplício Araújo para atender ao chamado do prefeito de nossa cidade no pós-enxurradas; ao secretário Clayton Noleto, que é o homem da infraestrutura do Maranhão.

Publicidade

 Parabéns pelo anúncio do asfalto, e que venha mesmo, mas não um tapa-buracos, que aí se transforma num tapa na cara da nossa população.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.