O que teria acontecido com governo de Antônio França?

FOTO REPRODUÇÃO: Facebook Prefeito Antônio França.

O ex - vereador Antônio França que em 2016 chegou ao cargo de Prefeito da Princesa do Mearim teria se deixado levar pela vaidade? ou tentou demonstrar que não seria dominado pelos seus atuais e "ex - apoiadores"?

França que para muitos foi o grande azarão nas eleições 2016.

Mais na verdade a chegada do até então liso a Prefeitura de Pedreiras como um ato de coragem e maestria na articulação politica daquele ano, não pelos que pós eleição tentaram ser donos dos votos e da vitória do intitulado jabuti, apelido dado por dois dos principais adversário de Antônio na época.

Publicidade


França foi eleito por 02 vezes vereador em Pedreiras, o jovem e até então promissor político chegou pela primeira vez ao parlamento municipal  em 2008 como gente grande obtendo uma votação expressiva com mais de 600 votos

No seu primeiro mandato conseguiu fazer um belo trabalho, junto a população pedreirense, principalmente, aquele trabalho que o povão gosta, o social e a tal troca de favores, algo muito corriqueiro nas cidades do interior, isso fez com que França caísse nas graças do povo como o melhor e mais atencioso parlamentar da cidade o homem que não tinha dia nem hora para servir o povo!

Tal trabalho e atenção feito durante 7 anos fez o Toinho de França, como era chamado, chegar com a reeleição garantida em 2012 com uma votação esmagadora alcançando o primeiro lugar com 1.174 votos.

A partir de então França incansavelmente começava a fazer seu caminho para corrida a Prefeitura de Pedreiras, concertava uma instalação aqui, fazia a substituição de uma lâmpada ali, transportava um doente a Peritoró ou até mesmo para capital São Luis.

Esses e outros trabalhos simples mais valoroso aos olhos do povo fez com que ele fosse ainda mais bem visto pela população!

Chegado 2014 França resolveu dar um grande passo, na sua carreira política o vereador resolveu trazer  Ana do Gás como sua candidata a deputada Estadual, e conseguindo levar junto com ele diversas lideranças mostrando habilidade em formar um determinado grupo político para uma disputa eleitoral, uma espécie de laboratório eleitoral para 2016, com isso ele pavimentava sua corrida rumo ao executivo.

Em 2015 o filho do carroceiro começou sua pré - campanha desacreditado por muitos "caciques e analista político da cidade", um deles até mesmo chegou a desdenhar do hoje Prefeito chamando o sertanejo de Sassá Mutemo personagem caboclo da novela o salvador da Pátria da rede globo.

Mais França não se abatia diante dos que o menosprezavam, da tal elite política de pedreirense, ele também enfrentou diversas  rejeições por presidentes de  partidos.

Após as rejeições partidárias Antônio conseguiu o apoio dos Fernandes via Cacimbão e Katyane Leite, conseguindo o PTB 14, Partido que ele concorreu e desbancou os candidatos Humberto, Priscila filha de Raimundo Louro, o grande Lenoílson e o verdadeiro liso, Isael Sousa.

Pós eleição veio o que pode ter sido o desastre do seu mandato de Prefeito.

Os que o ajudaram a chegar no poder, queriam ser donos dos votos creditando a vitória do ex - vereador a seus grupos e lideranças que o apoiaram, mais na verdade aquela campanha quem abraçou mesmo foi o povão que se identificou com a história de vida do ex - vereador, e independente dos que estavam apoiando e teve suas contribuições, é verdade! Mas a cidade ecoava nos quatros cantos querendo o liso e quiseram! o elegeram!

Sacramentada a vitória do liso começou as disputas internas.

O grupo que parecia unido, fizeram uma sub divisão de um lado os Rodrigues miravam o casal Katyane e Cacimbão  por ter tidos muitos como os grandes articuladores do jabuti, por outro lado os mais humildes se sentiam rejeitados por ter começado a trajetória do homem e ele já não dava mais tanta atenção para seus colegas em tempos de liseiras.

Por outro lado o casal se unia a Allan Roberto "tido como o poderoso conciliador". Que acabava não conciliando nem pacificando nada!

Começava  surgir os sub grupos dentro do grupo que parecia unidos mais que não tinha controle pelo já eleito prefeito Antônio  França.

E pior Já começava também uma campanha pra saber quem seria o candidato a prefeito em 2020, não respeitando o direito de reeleição do recém eleito que ainda nem tinha sentado direito na cadeira.

Depois de algum tempo Antônio já tendo perdido total controle político do grupo passou a responsabilidade inclusive administrativa para sua irmã Socorro Rios, a mulher começou a mostrando ser dura e agir com mão de ferro, Socorro fez com que o irmão chegasse a demitir gente grande que esteve a frente da campanha 2016 como foi o caso de dona Socorro Leite demissão essa que para muitos foi o começo do declínio da administração do liso.

Isso também começou a trazer para Socorro Rios muita rejeição e até mesmo ódio de muita gente que não o engolia sua por sua postura firme!

Depois de um tempo França percebeu que deveria tomar as rédias da sua administração, passando a tomar decisões sem consultar alguns aliados e sua irmã.

Foram várias demissões a chamada dança das cadeiras, a caneta ficou nervosa e assinando a todo momento demissões dos cargos mais simples aos de alto escalão!

Com toda essa turbulência e falta de controle no governo, ficou parecido que  Antônio quando chegou ao poder não tinha dimensão dos problemas que o aguardavam, e os que podiam ajuda - lo, já visualizava ser prefeito antes mesmo dele ter concluído seu primeiro ano de mandato, o Prefeito passou a ter mais preocupação em apagar as constantes brigas internas do que ter tempo para administrar.

Perdeu tempo com os por menores quando deveria ter ido buscar recurso nas capitais do Maranhão e do Brasil para seu Município, porque era o tempo todo buscando resolver os pequenos problemas como brigas de aliados que queria derrubar o outro.

Outros problemas foram as brigas tidas por grande parte da população com " brigas fakes, brigas de compadres"  obras que começavam e nunca tinha fim ou  entregues pela metade e fora das datas prometidas.

Chegado quase 04 anos Alguns que aplaudiam, defendiam hoje parece odiar. 

E até já faz campanha contra o liso, por sua vez Antônio continua distante do povão, continua sem reação, diante do adversários e de grande parte da população que a cada dia o coloca como um prefeitos que menos trabalhou na cidade.

Acho que França não se perdeu por não ter capacidade administrativa ou que menos trabalhou em Pedreiras, mais por não ter tido sabedoria e postura de ser um líder de fato e de verdade!

E há informações de que o homem parece não está muito disposto a encarar mais uma eleição.

Por: Geovane Leal




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.