Paço do Lumiar sofre reviravolta após licença de Domingos Dutra

A vice-prefeita Paula da Pindoba assumiu na quinta-feira e a primeira dama pediu exoneração



Nas últimas semanas, o município de Paço do Lumiar tem vivido várias mudanças de rumo. O estado de saúde do prefeito Domingos Dutra segue sendo um mistério para a imprensa e a população, pois a família do comunista tem impedido a divulgações do boletim médico dele nos últimos dias.
Internado no Hospital São Domingos deste o último dia 23 após sofrer um Acidente Vascular Cerebral, Dutra passou por uma cirurgia de emergência na mesma semana e supostamente teria passado por uma segunda intervenção, não confirmada pelo hospital nem pela família.
Apesar das dificuldades de informação, sabe-se que Dutra está fazendo a transição para respirar sozinho e não precisar mais de aparelhos e saiu da sedação. A partir da observação poderá ser constatado como será a recuperação do prefeito.
Com a impossibilidade do prefeito comandar a cidade, o Ministério Público teve que intervir e recomendou a Câmara de Vereadores que desse posse para a vice-prefeita Paula da Pinboda, um dia antes do prazo legal.
Logo, Paula assumiu a Prefeitura de Paço do Lumiar na quinta-feira (1º) e deve continuar no cargo enquanto Dutra estiver sem condições de retornar ao cargo. A expectativa é que a vice-prefeita permaneça no cargo por pelo menos três meses.
Em seu discurso de posse, Paula da Pindoba pregou a união entre os gestores de Paço do Lumiar e evitou qualquer polêmica com os aliados do prefeito ou mesmo com a oposição.
“Estamos assumindo por uma necessidade e também por direito. Sempre estive ao lado do prefeito. Desde a nossa posse em 2017, nosso propósito é unir a zona urbana e a zona rural. E vou continuar esta luta”, afirmou.
Uma das principais opositoras da posse de Paula da Pindora era a primeira dama e secretaria de Municipal Planejamento e Articulação Governamental, Núbia Dutra. Ocorre que logo após a posse da “nova prefeita”, Núbia pediu exoneração do cargo e deixou a Secretaria.
A justificativa apresentada pela ex-secretária é que ela precisa de tempo para cuidar da recuperação do prefeito e marido. Núbia preferiu não se aprofundar sobre o assunto.
A exoneração foi publicada em portaria e agora Paula da Pindoba deve procurar um novo secretário de Planejamento. Além disso, há a possibilidade de alteração também na Secretaria de Educação com a saída de Paulo Roberto Barroso, pois a pasta é considerada a maior pedra no sapato da atual administração.
fonte : o imparcial

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.